Fundo de Apoio ao Profissional e Estudante


Histórico FAPE


O  Fundo de Apoio ao Profissional e Estudante foi criado em 1998 com intuito de atuar como um provedor de bolsas de créditos para jovens e estudantes que almejavam uma nova oportunidade de transformação e melhorias de qualidade de vida por meio de conquistas profissionais e pessoais.

A filosofia do FAPE não é  praticar atos assistencialistas por meio de doações , mas sim o de trabalhar  a descoberta de uma postura de dignidade individual  e credibilidade social do jovem aprendiz; que quando acreditado enquanto ser humano ativo e produtivo, cria oportunidades de auto sustentabilidade para seu núcleo familiar, comunitário atingindo assim o principal objetivo do FAPE que o  é  a consciência de sua cidadania exercida.

 

Missão Institucional

“Colaborar  para a capacitação e o desenvolvimento profissional do homem  social, por meio de ações junto ao educando atendido, viabilizando o exercício da cidadania e propiciando a formação de profissionais competentes, realizados, solidários e éticos junto ao mercado de trabalho.”

 

Crédito Educacional

O crédito educação é uma iniciativa de pessoas jurídicas privadas junto aos Centros de Capacitação profissional de todo o pais que destinam como doações,  os valores que seriam utilizados em publicidade e propaganda  de seus serviços para custear o aprendizado dos estudantes e futuros profissionais inscritos pelo FAPE, pois acreditam que o melhor marketing é aquele feito por meio do próprio aluno.

 

 

Verifique se o FAPE está trabalhando na sua cidade.

  • ..Clique na imagem para verificar
  • Visão Educacional

    O FAPE foi idealizado para atender a demanda de jovens e estudantes no que diz respeito as oportunidades oferecidas no atual mercado de trabalho, buscando melhores condições para uma maior competitividade profissional.
    Desta maneira o padrão de ensino proposto e apoiado pelo FAPE está fundamentado em um paradigma educacional que permite ações junto ao educando proporcionando ao mesmo,  situações como:

    • Relacionamento de competências com mercado de trabalho local
      Conexão com o mundo virtual globalizado
      Conhecimento e adaptação de múltiplos saberes a serem desenvolvidos
      Erro como elemento de aperfeiçoamento do processo de aprendizagem
      Ética e compromisso social de ações empreendedoras com sustentabilidade
      Aprendiz como agente de autonomia de pensamento criativo
      Harmonização de trabalho por meio de treinamento de habilidades interpessoais
      Professor como facilitador do processo de treinamento de Cha`s  ( Competências, Habilidades e Atitudes) do profissional aprendiz.